UTILIZAÇÃO DA GLICERINA EM ESTRATÉGIAS CONTRA O MOSQUITO AEDES AEGYPTI: o estado da arte por análise de patentes

the technological scenario

Autores

DOI:

https://doi.org/10.52138/citec.v16i1.293

Palavras-chave:

Aedes aegypti; dengue; entomologia; glicerol; saúde pública.

Resumo

Observa-se que muitas empresas e instituições de pesquisas vêm atuando no desenvolvimento de tecnologias mais sustentáveis de combate e controle do mosquito Aedes aegypti, por meio do desenvolvimento de armadilhas contendo substâncias atrativas orgânicas para potencializar essa atratividade. E uma dessas possibilidades é a glicerina industrial residual. Assim, o objetivo deste estudo é analisar o cenário tecnológico do uso de glicerina em estratégias contra o mosquito Aedes aegypti, através de prospecção patentária, utilizando a ferramenta de recuperação gratuita de patentes de cobertura internacional, The Lens. Os códigos CPC das patentes estudadas indicaram principalmente o desenvolvimento de substâncias biocidas, repelentes e atrativas a base de glicerina. E que a glicerina vem sendo bastante utilizada por empresas e instituições em estratégias contra o mosquito Aedes aegypti, podendo se tornar um potencial produto orgânico atrativo utilizado em armadilhas de monitoramento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

ANTONIO WANDERSON VIEIRA GOIS, UFBA

Acadêmico da Faculdade de Medicina da Bahia da Universidade Federal da Bahia (FMB/UFBA). Bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI/UFBA-CNPq). Presidente da Liga Acadêmica de Medicina de Precisão da UFBA (LAMEP-UFBA). Técnico em Química pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA). Foi acadêmico da Faculdade de Farmárica da UFBA (FACFAR/UFBA).

Michele Medeiros de JESUS, UFBA

Graduanda em Engenharia Química na UFBA e ex-membro da diretoria acadêmica do Centro Acadêmico de Engenharia Química da UFBA. Ex aluna do Programa Ciência sem Fronteiras, onde fez intercâmbio estudantil fomentado pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) na Howard University - Washington, DC, Estados Unidos. Bolsista do projeto produção de sabão artesanal a partir da reutilização do azeite de dendê proveniente de frituras.

Jânio Rodrigo de Jesus SANTOS, FIOCRUZ

Doutorando do programa de Pós-graduação em Biotecnologia em Saúde e Medicina Investigativa (PgBSMI) da Fiocruz Bahia. Possui graduação em Biotecnologia (2017) e mestrado profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação (2020), ambos pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Desde 2002, desenvolve pesquisas nas áreas de entomologia, ecologia comportamental e ecologia química a fim de solucionar problemas relacionados ao monitoramento e controle de insetos de importância médica e agrícola. Tem vivência na criação e manutenção de colônias de insetos hematófagos como Aedes aegypti, Aedes albopictus e Lutzomya longipalpis (flebótomo), além de insetos-praga pertencentes as espécies Ceratitis capitata, Anastrepha obliqua e Anatrepha fraterculus. Entre os anos de 2018 e 2022 atuou no Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) da Fiocruz Bahia, colaborando em atividades relacionadas a gestão da inovação, propriedade intelectual, empreendedorismo e gestão do patrimônio genético da biodiversidade brasileira. Tem experiência nas áreas de bibliometria, prospecção científica e tecnológica, mapeamento de competências, busca de anterioridade e estudos de viabilidade patentária de tecnologias das áreas de biotecnologia e farmacologia.

VIRNA FEIGL CÂMARA QUEIRÓS, UFBA

Bacharela em Saúde pelo Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos da Universidade Federal da Bahia (2019). Atualmente, é estudante de Medicina pela Faculdade de Medicina da Bahia da Universidade Federal da Bahia. Faz parte da Secretaria da Liga Acadêmica de Ginecologia e Obstetrícia da Bahia.

ANGELA MACHADO ROCHA, UFBA

Professora do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal da Bahia (ICS/UFBA) e do Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação (ProfNIT) Ponto Focal UFBA, e Professora Colaboradora do Programa de Pós-graduação em Processos Interativos dos Órgãos e Sistemas-(PIOS) UFBA. Lidera o Grupo de Pesquisa IES -Inovação e Empreendedorismo Sustentável. É Professora Orientadora da Eleva Empresa Júnior de Biotecnologia da UFBA. Doutorado em Energia e Ambiente pela Universidade Federal da Bahia. Pós-Graduada (Lato Sensu) em nível de Especialização MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas Pós-Graduada (Lato Sensu) em nível de Especialização em Engenharia de Processamento Petroquímico pela Universidade Federal da Bahia.

Referências

ATABANI, A. E. et al. A comprehensive review on biodiesel as an alternative energy resource and its characteristics. Renewable and Sustainable Energy Reviews, v. 16, p. 2070– 2093, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.rser.2012.01.003. Acesso em: 13 abr. 2024.

BRASIL. Ministério da Saúde. Diretrizes Nacionais para a Prevenção e Controle de Epidemias de Dengue. 1. ed. Brasília, DF: Editora MS, 2009.

______. Lei n. 9.279, de 14 de maio de 1996. Regula direitos e obrigações relativos à propriedade industrial. Diário Oficial da União. Brasília, DF, mai. 1996.

COSTA, A. O. A inserção do biodiesel na matriz energética nacional: aspectos socioeconômicos, ambientais e institucionais. 2017. 263 f. Tese (Doutorado em Planejamento Energético). Programa de pós-graduação em Planejamento Energético, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017.

CLARIVATE ANALYTICS. Sobre Derwent Innovations Index. 2023.

ESPACENET. Classification search. Versão 1.46.2. European Patent Office, 2023. Disponível em: https://worldwide.espacenet.com/patent/cpc-browser#. Acesso em: 20 dez. 2023.

EUROPEAN PATENT OFFICE. Cooperative Patent Classification (CPC). 2023.

FORTES, M. H. P.; GORGULHO, C. F. Informação Tecnológica de Patentes II: Curso de extensão em propriedade intelectual. Brasília: Diretoria de Cooperação para o Desenvolvimento, Instituto Nacional da Propriedade Industrial, 2013. Disponível em: http://nupitec.cdt.unb.br/pdf/programaseprojetos/nupitec/curso/informacao_tecnologica_II_dias_29_e_30_maria_hercilia_e_cristiane_gorgulho.pdf. Acesso em: 14 abr. 2024.

GOIS, A. W. V. et al. Mapeamento do desenvolvimento de vacinas contra Zika em fase de teste clínico com foco nas vacinas gênicas. International Symposium On Technological Innovation, Aracaju, v. 11, n. 1, p. 1.689-1.698, abr. 2021. Disponível em: https://www.api.org.br/conferences/index.php/ISTI2021/ISTI2020/paper/viewFile/1386/752. Acesso em: 14 abr. 2024.

GOIS, A. W. V. G.; ROCHA, A. M; LOPES; A. N. Prospecção sobre Armadilhas para Mosquitos Aedes Aegypti e Tecnologias Relacionadas. Cadernos De Prospecção, v. 14, p. 1343–1359. 2021. Disponível em: https://doi.org/10.9771/cp.v14i4.39299. Acesso em: 14 abr. 2024.

GOIS, A. W. V.; ROCHA, A. M. Potencialização de armadilhas de Aedes aegypti a partir de glicerina bruta residual. In: Congresso Virtual UFBA 2021, TV UFBA, Salvador, 2021. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=kVMwwcz50KM. Acesso em: 14 abr. 2024.

INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL. Patentes. 2020. Disponível em: https://www.gov.br/inpi/pt-br/servicos/perguntas-frequentes/patentes#patente. Acesso em: 14 abr. 2024.

KASPRZYKOWSKI, J. I. et al. A recursive sub-typing screening surveillance system detects the appearance of the ZIKV African lineage in Brazil: is there a risk of a new epidemic? International Journal of Infectious Diseases, v. 96, p. 259-581, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.ijid.2020.05.090. Acesso em: 14 abr. 2024.

LANG, B. J.; IDUGBOE, S.; MCMANUS, K.; DRURY, F.; QURESHI, A.; CATOR, L. J. The Effect of Larval Diet on Adult Survival, Swarming Activity and Copulation Success in Male Aedes aegypti (Diptera: Culicidae). Journal of Medical Entomology, v. 20, n. 10, p. 1-7, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1093%2Fjme%2Ftjx187. Acesso em: 14 abr. 2024.

MUSTAFA, M. S. et al. Discovery of fifth serotype of dengue vírus (DENV-5): a new public health dilemma in dengue control. Medical Journal Armed Forces India, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.1016%2Fj.mjafi.2014.09.011. Acesso em: 14 abr. 2024.

NOVI, J. C. et al. Análise da gestão do glicerol: riscos e oportunidades sobre sua destinação frente à lacuna normativa e aspectos sustentáveis. REAd, v. 24, n. 3, p. 217–243, set. 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-2311.223.85712. Acesso em: 14 abr. 2024.

NUNES, E. M. et al. Resíduos de azeite de dendê frito: baianas (os) de acarajé e a economia circular, p. 209. In: SENHORAS, E. M. (org.). Resíduos Sólidos: Ensaios Jurídico-Político-Econômicos. Boa Vista: Editora IOLE, 2022.

NUNES, P. C. G. et al. 30 years of fatal dengue cases in Brazil: a review. BMC Public Health, v. 19, n. 329, p. 1-11, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1186/s12889-019-6641-4. Acesso em: 14 abr. 2024.

PEITER, G. C., ALVES, H. J., SEQUINEL, R., BAUTITZ, I. R. Alternativas para o uso do glicerol produzido a partir do biodiesel. Revista Brasileira de Energias Renováveis, v.5, n.4, p.519-537, 2016. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5380/rber.v5i4.46501. Acesso em: 14 abr. 2024.

PEREIRA, R. G.; SOUZA, F. A. B. A. Purification and characterization of glycerin obtained from soybean biodiesel production. Revista Ibero Americana de Ciências Ambientais, v.10, n.3, p.252-262, 2019. Disponível em: http://doi.org/10.6008/CBPC2179-6858.2019.003.0022. Acesso em: 10 jan. 2024.

RIBEIRO, N. M. Prospecção tecnológica. Salvador: IFBA, v.1, 2018.

ROCHA, A. M. Apropriação do conhecimento científico da cadeia produtiva do biodiesel: ênfase no PNPB, Congressos, Arquivos e Patentes. 2013. 255 f. Tese (Doutorado em Energia e Ambiente) – Programa de Pós-Graduação do Centro Interdisciplinar de Energia e Ambiente, Universidade Federal da Bahia, Salvador, Bahia, 2013.

SANTOS, J. R.; ROCHA, A. M. Análise dos domínios biotecnológicos empregados em patentes para combate ao mosquito Aedes aegypti, sob enfoque patentário. Revista de Ciências Médicas e Biológicas, Salvador, v. 17, n. 1, p. 20-26, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.9771/cmbio.v17i1.22358. Acesso em: 14 abr. 2024.

SANTOS, J. R.; ROCHA, A. M; JESUS, M. M.; OLIVEIRA, F. O. Biothecnology patent as a tool for prevention and control of the mosquito Aedes aegypti. Ciências da saúde: da teoria à prática. Ponta Grossa, Paraná: Atena Editora, v10, p 64-76, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.22533/at.ed.0231913069. Acesso em: 14 abr. 2024.

SOARES, M. E. S.; ARAÚJO, G. G.; MOREIRA, E. M. M.; ARAÚJO, J. H; CARVALHO, J. M. Bases de Dados de Patentes: uma análise a partir do portal de periódicos da CAPES. Cadernos de Prospecção. Salvador, v. 12, n. 5, p. 1500-1515, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.9771/cp.v12i5.32605. Acesso em: 14 abr. 2024.

SOUSA, T. C. M. de. et al. Climate-sensitive diseases in Brazil and the world: systematic review. Revista Panamericana de Salud Publica, [s.l.], v. 42, n. 1, abr. 2018. Disponível em: https://doi.org/10.26633/rpsp.2018.85. Acesso em: 14 abr. 2024.

THE LENS. Search, Analyze and Manage Patent and Scholarly Data. 2023.

VALE, E.S.M. Formulado de eugenol e seu uso, em condições de laboratório, no controle de aedes aegypti vetor da dengue, chikungunya e zika. 2018. 91 f. Tese (Doutorado em Biotecnologia) – Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia, Universidade Federal do Amazonas, Manaus, Amazonas, 2018.

WIPO. International Patent Classification. 2023.

Downloads

Publicado

2024-05-27

Como Citar

GOIS, ANTONIO WANDERSON VIEIRA; JESUS, Michele Medeiros de; SANTOS, Jânio Rodrigo de Jesus; QUEIRÓS, VIRNA FEIGL CÂMARA; ROCHA, ANGELA MACHADO. UTILIZAÇÃO DA GLICERINA EM ESTRATÉGIAS CONTRA O MOSQUITO AEDES AEGYPTI: o estado da arte por análise de patentes: the technological scenario . Ciência & Tecnologia, [S. l.], v. 16, n. 1, p. e16103, 2024. DOI: 10.52138/citec.v16i1.293. Disponível em: https://publicacoes.fatecjaboticabal.edu.br/citec/article/view/293. Acesso em: 19 jun. 2024.