KAIZEN E A MELHORIA CONTÍNUA NAS OPERAÇÕES PRODUTIVAS: estudo de caso em uma indústria de termoplásticos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.52138/citec.v16i1.347

Palavras-chave:

filosofia; ferramenta; gestão da qualidade; processos; operações fabris.

Resumo

Kaizen representa esforços de melhoria contínua, executados sistemicamente, que possuem como foco central a busca pela eliminação dos desperdícios. No melhoramento contínuo, em sua essência, não é a taxa de melhoramento que é necessariamente importante, mas sim a sua constância. Desta forma, o Kaizen é importante para a qualidade, pois o mesmo deseja garantir que todos os processos sejam melhorados de maneira continua. Trata-se, deste modo, tanto de um método quanto de uma filosofia de gestão. Neste sentido, o objetivo do presente artigo é analisar os benefícios da implantação do kaizen dentro de uma indústria de termoplásticos mediante a realização de um estudo de caso. Justifica-se essa pesquisa pois, abordar kaizen está dentro da área de Produção, bem como na rotina e/ou cotidiano de todas as pessoas que trabalham na área de produção ou atuam dentro de um sistema de gestão da qualidade (SGQ). A pesquisa estudou a utilização da ferramenta do kaizen, sua importância e seus benefícios na indústria. Por meio da implantação do kaizen, pode-se perceber benefícios, tais como aumento da capacidade produtiva, melhor organização do ambiente de trabalho, elevação de faturamento e maior eficácia no atendimento de pedidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMORIM, R.M. O papel da auditoria interna na melhoria contínua do sistema de integridade corporativa. Revista Latino-Americana De Governança, v. 2, n. 1, p. e038-e038, 2022.

BHUIYAN, N.; BAGHEL, A. An overview of continuous improvement: from the past to the present. Management Decision, [S.L.], v. 43, n. 5, p. 761-771, jun. 2005.

CALARGE, F.A.; LIMA, P.C. Da abordagem do TQM (Total Quality Management) ao GQM (Global Quality Management): a inserção e utilização da metodologia do projeto axiomático no desenvolvimento de modelos de gestão sistêmica da qualidade. Gestão & Produção, v. 8, n. 2, p. 196-213, ago. 2001.

CARNERUD, D.; JACA, C.; BÄCKSTRÖM, I. Kaizen and continuous improvement – trends and patterns over 30 years. The TQM Journal, [S.L.], v. 30, n. 4, p. 371-390, 21 jun. 2018.

CARPINETTI, L.C.R. Gestão da qualidade: conceitos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2016.

DEMING, W.E. Qualidade: a revolução da administração. Rio de Janeiro: Marques Saraiva, 1990.

FEITEN, A.M.; COELHO, T.R. Gestão da qualidade em organizações de serviços: barreiras e facilitadores. Revista de Administração Faces Journal, v. 18, n. 3, p. 56-71, jul. 2019.

FERREIRA, J.J.A. Modelos Normalizados de Sistemas de Gestão. Conceitos e Certificação: ISO 9001; ISO 14001 e TS 16949. In: PALADINI, E.P. et al (org.). Qualidade: teoria e casos. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012. Cap. 5. p. 155-190.

GARVIN, D. A. Gerenciando a qualidade: a visão estratégica e competitiva. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1992.

IMAI, M. Kaizen: a estratégia para o sucesso competitivo. 3. ed. São Paulo: Imam, 1990.

MARSHALL JUNIOR, I. Gestão da qualidade. 10. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2010.

MIGUEL, P.A.C. Estudo de caso na engenharia de produção: estruturação e recomendações para a sua condução. Produção, São Carlos, v 17, nº 1, p. 216-229, janeiro/abril 2007.

OLIANI, L.H.; PASCHOALINO, W.J.; OLIVEIRA, W. Ferramenta de melhoria contínua kaizen. Revista Científica do Centro Universitário de Araras, [S.L.], v. 12, p. 57-67, 2016.

OLIVEIRA, J.C.N.; OLIVEIRA, O.J.; MAEKAWA, R.T. Um estudo sobre os benefícios e dificuldades da implantação e utilização das ferramentas e programas da qualidade em empresas certificadas ISO 9001 do Brasil. In: Encontro Nacional de Engenharia de Produção (ENEGEP), 30., 2010, São Carlos. Anais [...] . São Carlos: Abepro, 2010. p. 1-12.

PACHECO, R.R. Evolução da gestão da qualidade: uma análise por meio da revisão bibliográfica sistemática. 2018. 110 f. TCC (Graduação) - Curso de Engenharia de Produção, Universidade de Brasília, Brasília, 2018.

POMPERMAYER JUNIOR, M.; LIMA, A.; STOCO, W.H. Busca de Melhoria Contínua em Processo Produtivo: Aplicações das Ferramentas de Gestão da Qualidade. Brazilian Journal of Development, [S.l.], v. 6, n. 3, p. 10621–10634, 2020.

RODRIGUES, M.V. Ações para a qualidade: gestão estratégia e integrada para a melhoria dos processos na busca da qualidade e competitividade. 5. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2014.

ROTHER, M.; SHOOK, J. Aprendendo a enxergar: mapeando o fluxo de valor para agregar valor e eliminar o desperdício. São Paulo: Lean Institute Brasil, 2013.

SILVA, R.O. Teorias da Administração. 2.ed. São Paulo: Pearson, 2013.

SLACK, N.; CHAMBERS, S.; JOHNSTON, R. Administração da produção. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

TOLEDO, J.C. et al. Qualidade: gestão e métodos. Rio de Janeiro: LTC, 2017.

VIVAN, A.L.; ORTIZ, F.A.H.; PALIARI, J.C. Modelo para o desenvolvimento de projetos kaizen para a indústria da construção civil. Gestão & Produção, v.23, n.2, p. 333-349, 2016.

YIN, R.K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001

Downloads

Publicado

2024-07-05

Como Citar

ASSIS, Naiara Aparecida; JOSÉ CASAGRANDE, Diego. KAIZEN E A MELHORIA CONTÍNUA NAS OPERAÇÕES PRODUTIVAS: estudo de caso em uma indústria de termoplásticos. Ciência & Tecnologia, [S. l.], v. 16, n. 1, p. e16108, 2024. DOI: 10.52138/citec.v16i1.347. Disponível em: https://publicacoes.fatecjaboticabal.edu.br/citec/article/view/347. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Engenharias, Tecnologias e Gestão.